Orquestração de Projetos Estratégicos em Tecnologia

Orquestração de Projetos Estratégicos em Tecnologia

Confira a entrevista com o especialista Rodrigo Sato, executivo Fundador e Head de Estratégia e Produtos da Dixter, estudou engenharia e se formou em administração. Rodrigo é pós-graduado pela FIA, tem MBA pelo Insper e pela FIA e especialização na Universidade da Pensilvânia. Profisionalmente, foi Head de Inovação na Rodobens e Gerente Senior de Transformação Digital na Accenture.

 

Contextualizando Estratégia e Sua Aplicação em Tecnologia

Estratégia é o que uma empresa precisa ter para se diferenciar competitivamente em um mercado e junto a fornecedores e clientes. Se não há competição não há estratégia, o que não é realidade no mundo dos negócios. 

De forma simplificada, estratégia é um plano para entender e sair do estado atual buscando atingir um estado futuro. Esse plano pode ser de curto, médio ou longo prazo, a depender do modelo de negócios e apetite ao risco das empresas.

O desdobramento desse plano é a tática, e a execução se realiza no nível de operação.

Normalmente, pensa-se que estratégia em TI se relaciona a grandes sistemas ou projetos complexos, como evoluções de ERPs ou outros sistemas robustos. Esses projetos requerem grandes planos táticos e de operação para serem bem executados, porém chamar isso de estratégia não é acurado caso traga somente a ótica da tecnologia. Para que esse projeto de fato tenha perfil estratégico ele deve ter seu plano atrelado à estratégia de operações e de mercado da empresa, por exemplo, estar atrelado a um diferencial competitivo claro. 

Desafios dos projetos estratégicos em TI

Fragmentar estratégias entre departamentos e trabalhar em planos apartados pode ser um grande problema. 

Se por um lado é um modelo de trabalho que permite dar foco, trazendo às pautas especialistas dedicados de tecnologia, marketing ou operações, que conhecem muito sobre o assunto, por outro, a estratégia desintegrada pode trazer surpresas não esperadas ao sucesso do negócio. Assim, o maior desafio está na integração de planos de tecnologia a diferentes áreas de uma corporação.

Quanto maior a empresa, maior a complexidade dessa integração.

Dicas para execução de uma boa estratégia

Ter uma boa ideia ou uma boa estratégia mas não ter execução traz zero resultado. Por vezes é preferível um plano adequado, ainda que não excelente, e contar com excelência na execução para evoluir em resultados. O ideal é o melhor de ambos, um bom plano estratégico complementado com ótima implantação.

Para a execução ser bem sucedida, Rodrigo apresenta três grandes elementos a serem considerados:

 

PESSOAS

Transformação digital necessariamente passa por transformação cultural. Na área de TI a atenção ao time é ainda mais crítico, considerando o contexto de escassez de talentos vivido hoje.

 

OPERAÇÃO

Refletir em como um plano estratégico impactará nos processos de cada profissional de cada área e conectar o plano à realidade.

 

FERRAMENTAS

É essencial que os líderes à frente da execução de planos estratégicos tenham competências, capacidades e ferramentas corretas para conseguir implemnetá-los.

 

 

Soluções de Primeira Linha x Orquestração de Equipes

Rodrigo traz como exemplo prático um cenário de uma empresa de grande porte que tem como elemento de seu plano estratégico implementar uma ferramenta de uso interno, voltado a Operações, não pautada em geração de receitas. 

Se essa empresa já conta com soluções técnicas de mercado instaladas em seus processos, é comum que individualmente essas soluções não tenham flexibilidade de customização para atender à necessidade permitindo uma jornada integrada de ponta a ponta ou habilitar que seus processos diferenciem a empresa de seus concorrentes. 

Nesse caso, faz-se importante entender as necessidades e dores das áreas, os impactos técnicos das ferramentas atuais, e então desenhar uma nova solução, eventualmente mantendo alguma das plataformas como core que se precise usar e manter mas buscando extrair o máximo dela.

Esse trabalho requer um grande esforço de orquestração técnica e humana, envolvendo múltiplos parceiros de tecnologia de mercado e times internos da empresa.

 

 

Diferenciais da Dixter como Tech Seller de Desenvolvimento para Projetos Estratégicos

A Dixter tem um portfolio de múltiplos clientes de grande porte, atuando em projetos de grande complexidade estratégica. Seu time tem background executivo e conta com muitos parceiros experientes nesses contextos. 

A empresa se coloca como parceira das empresas que atende e desenvolve e constrói projetos complexos em conjunto com múltiplos atores da organização contratante e fornecedores do mercado. São especialistas em aclarar os direcionais estratégicos e construir os direcionais de tecnologia, além de ajudar seus parceiros a operar, sensibilizando as equipes e transformando processos para habilitar a escala de utilização.

Essa atuação ponta a ponta em estratégia, design e tecnologia tem o nome de Corporate Venture Building ou Corporate Venture Studio, que a Dixter oferece a grandes corporações em modelo As a Service, ou seja, em vez de vender uma caixa preta oferece ferramentas e governança para extrair a melhor sinergia dos times nos projetos, gerando aprendizado organizacional aplicado a cada contexto.

Esse modelo é um grande potencializador para que seus contratantes tenham apoio na realização de seus planos de metas, como um maestro de diferentes pessoas e áreas envolvidas nos desafios, gerando mais valor aos executivos envolvidos, à empresa e seus colaboradores.

O match ideal para a empresa é aquele Tech Buyer de grandes empresas que já possuiem jornadas de transformação digital, que já têm iniciativas de inovação até mesmo envolvendo startups, que já possuem protótipos e agora precisam justamente conectar as boas ideias aos processos práticos e transformá-las em operações escaláveis, sem abrir mão da agilidade e do resultado.

 

Você acredita ser o Tech Buyer que dá o match perfeito com as soluções da Dixter?

Conheça mais sobre a empresa no Spotlight Match<IT>.

 

Ou mapeie outros potenciais Tech Sellers que dão match com a sua demanda de forma gratuita em nossa plataforma.

 

Confira no vídeo a entrevista completa com Rodrigo, da Dixter.

 

 



× Como posso te ajudar?