Otimização de performance em softwares e aplicações

Otimização de performance em softwares e aplicações

Confira a entrevista com o especialista André Zappe, formado pela Universidade de Blumenau, com MBA pela PUCRS, com mais de 15 anos de atuação profissional em projetos de desenvolvimento e evolução de sistemas. André é co-foundador e CEO da empresa Tech Seller Lazaros. 

 

Impactos de baixa performance em softwares para os negócios

Há vários elementos que podem impactar a performance de softwares e sistemas, podendo ser perceptível ou não aos usuários. 

O impacto na lentidão é um grande exemplo, podendo impactar:

  • tempo de resposta no front-end: que traz percepção grave de problema ao usuário) e 
  • tempo das rotinas internas dos sistemas: como envios de emails ou etapas de processos mas que nem sempre são percebíveis pelos usuários, porém geram problemas nos fluxos dos processos.

Os problemas e lentidões quando não perceptíveis pelos usuários são mais difíceis de serem notificadas mas podem prejudicar muito os processos e eficiência das empresas.

As causas de problemas de performance são várias. Como exemplos, temos:

  • Problemas no código de desenvolvimento
  • Infraestrutura da empresa, hardware onde o sistema está instalado
  • Sub-dimensionamento de cargas ou volumes de processamento
  • Velocidade de internet
  • Dispositivo do usuário

Não é simples identificar a causa de problemas, e mesmo saber qual a performance esperada de um determinado sistema para saber o grau de problema em cada etapa. Como usuários finais, raramente é clara a performance esperada em cada etapa do processo de uso, e isso se reflete às metas de performance em tempo de desenvolvimento.

O aumento de cultura de atenção à performance tem se dado progressivamente, porém ainda não é uma realidade em todos os negócios.

Etapas para identificação de problemas de performance

A partir da observação de um problema em regras de negócios ou reclamações de clientes e usuários, inicia-se um processo de investigação de causas raízes.

A investigação deve levar em conta o panorama geral de possibilidades, não apenas se atendo a uma solução simples, como aumento de capacidade de hardware por exemplo. Isso porque, apesar de ser algo simples e econômico no curto prazo, pode ser uma solução temporária e o problema voltará a ocorrer em pouco tempo.

Outro elemento de melhoria pode ser o ajuste em software, tanto em relação à qualidade do código quanto à linguagem e arquitetura. É possível, ainda, que os erros estejam nas regras de negócio consideradas para a aplicação.

A investigação deve levar em conta os SLAs alvos e um trabalho técnico minucioso de pesquisa de causas possíveis, visando uma solução completa e que não gere reincidências.

 

Desafios para identificar causas raízes que originam os problemas de performance

Para otimizar os processos de investigação, é importante contar com dados. Esses dados podem vir de dashboards de desempenho dos softwares ou de consumo de infraestrutura. A disponibilidade dessas informações facilita muito na identificação das causas de origem dos problemas.

Em alguns casos, no entanto, os dados não estão disponíveis para o processo investigativo. Nessa situação, que é comum em empresas de pequeno e médio porte, o processo de identificação dos problemas de performance é ainda mais investigativo. Um time especializado deve trabalhar com entrevistas junto ao time técnico, avaliação junto a clientes, identificação e testes com base em histórico e benchmarking. A combinação de avaliação de sistema e negócios, envolvendo várias áreas, é muito importante para que se possa chegar ao elemento principal de origem do problema e habilitar um plano de ação efetivo para correção.

 

Dicas práticas para iniciar a otimização da performance de seus sistemas

Como ponto de partida, um benchmark com empresas similares, a contratação de consultorias especializadas e a alocação de desenvolvedores que buscam melhoria contínua são caminhos interessantes para verificação de oportunidades de performance. Além disso, entrevistas com usuários são úteis para levantamento de necessidades de otimização para esse público.

Avaliar SLAs atuais em comparação com benchmarks e com histórico de reclamações junto a usuários auxilia a construir uma base de medição para definir a oportunidade de melhoria.

 

Diferenciais da Lazaros como Tech Seller de Desenvolvimento e Otimização de Softwares

A Lazaros baseia-se em Blumenal – SC, e completa 4 anos de mercado em 2023. A atuação da empresa se dá em diferentes frentes, desde consultoria em análise e solução para performance quanto em desenvolvimento e melhoria de softwares e sua arquitetura. Diferente de uma software house, apoia de forma especializada em demandas pontuais e atua a quatro mãos com os clientes, de forma colaborativa como uma só equipe. 

O forte da Lazaros é investigar problemas, entendendo as respostas para perguntas certas, com foco em processos, negócios e tecnologia. Em linha com o slogan “Crafting Results” a empresa customiza cada trabalho para as necessidades de cada cliente.

O match ideal para a empresa são Tech Buyers de empresas de pequeno e médio porte. Os principais clientes são da área de tecnologia e empresas que têm tecnologia como core do negócio. Os Buyers ideais são startups e empresas de até 100 funcionários, pois geralmente não têm equipe para alocar para resolver problemas pontuais. Do ponto de vista de fit cultural, buscam-se clientes que atuem de forma colaborativa, como equipe. O atendimento da Lazaros é remoto e os clientes podem estar em qualquer lugar do país ou do mundo.

 

Você acredita ser o Tech Buyer que dá o match perfeito com as soluções da Lazaros?

Conheça mais sobre a empresa no Spotlight Match<IT>

Ou mapeie outros potenciais Tech Sellers que dão match com a sua demanda de forma gratuita em nossa plataforma.

 

Confira a entrevista completa com Andre no vídeo:

 



× Como posso te ajudar?