Transformação Digital em Organizações Brasileiras: Uma Análise por Ricardo Engelbert

Transformação Digital em Organizações Brasileiras: Uma Análise por Ricardo Engelbert

Ricardo Engelbert é um renomado pesquisador, professor, consultor e investidor anjo com mais de 25 anos de experiência nas áreas de Tecnologia da Informação, Comunicação, Internet e Telecomunicações. Doutor em administração, com MBA em Management e especialista em metodologia de ensino, Engelbert é engenheiro eletricista e tem desempenhado um papel significativo na pesquisa sobre a transformação digital em organizações brasileiras.

 

Perfil da Pesquisa

A pesquisa de Ricardo aborda o cenário da transformação digital em organizações brasileiras, e amplia geograficamente o modelo desenvolvido pela escola de negócios da Universidade de Piura, do Peru, onde também leciona. Engelbert apresentou os resultados em evento realizado junto à MatchIT na FEA-USP, compartilhando dados e insights fundamentais sobre o panorama da transformação digital nas empresas do Brasil.

A pesquisa também é aplicada por outras escolas de negócios na América Latina e Europa, abrangendo países como Uruguai, Peru e Portugal, permitindo a comparação entre diferentes mercados.

A pesquisa nacional contou com mais de 320 respostas de líderes empresariais, com um foco especial em diretores e presidentes de empresas com faturamento anual acima de R$500 milhões e mais de 3.000 funcionários.

Como resultado, identifica-se a relevância do tema nas organizações: 89% dos respondentes consideram a transformação digital como muito ou muitíssimo importante para suas empresas, refletindo a crescente busca por inovação e eficiência nos negócios.

 

Análises e Reflexões

Os dados revelados na pesquisa trazem à tona uma série de reflexões e insights sobre a transformação digital nas empresas brasileiras. No que diz respeito ao entendimento do conceito de transformação digital, o professor destacou que as respostas evidenciam uma forte associação com a implementação de tecnologia em processos e a ênfase na cultura de agilidade como elementos-chave.

Como resultados alvos, destaca-se o papel da relevância da transformação digital para agregar valor ao cliente, modificar modelos de negócios e aumentar a eficiência operacional. 

Analisando o uso de dados nas organizações, a pesquisa revelou um cenário em transformação. Enquanto muitas empresas reconhecem a disponibilidade abundante de dados, ainda há desafios significativos na sua utilização efetiva. O aumento na quantidade de ferramentas para análise de dados, reflete uma tendência positiva na busca pela consolidação de fontes confiáveis de informações e pela automação dos processos analíticos.

Em relação à satisfação com o processo de transformação digital, observou-se que o sentimento é misto, indicando um caminho a ser percorrido. A pesquisa também destacou que a insatisfação entre líderes e diretores é considerável, abrindo oportunidades para a oferta de serviços e produtos voltados para a melhoria desse cenário.

No âmbito das forças impulsionadoras da transformação digital, a pandemia foi reconhecida como um dos principais catalisadores, seguida pela mudança na indústria, clientes mais conectados e alterações culturais. A liderança da alta administração foi destacada como fundamental para o sucesso dessa jornada, embora tenha sido observado que cerca de 60% dos respondentes percebem um conhecimento de nível regular a ruim por parte da alta direção sobre transformação digital.

 

Desafios e Oportunidades

Engelbert ressaltou que, apesar da importância atribuída à transformação digital, há um desafio significativo relacionado ao conhecimento sobre tecnologia entre a alta direção das organizações. Cerca de 46% dos respondentes demonstraram um conhecimento de médio para baixo em temas chaves da área, indicando a necessidade de uma maior compreensão do cenário tecnológico.

Outro ponto relevante abordado pelo pesquisador é a insatisfação percebida em relação ao processo de transformação digital. A falta de familiaridade com tecnologias emergentes e a resistência à mudança por parte de colaboradores foram identificadas como obstáculos a serem superados.

 

Perspectivas Futuras

A pesquisa de Engelbert fornece uma visão abrangente das práticas e desafios enfrentados pelas organizações brasileiras em seu caminho para a transformação digital. A liderança desempenha um papel crucial nesse processo, e a compreensão e aceitação da transformação digital pela alta direção são fatores determinantes para o sucesso.

Em meio aos desafios, surgem oportunidades para consultores, investidores e profissionais da área, destacando a importância de alinhar as estratégias de transformação digital com as necessidades e expectativas das organizações.

A pesquisa liderada por Ricardo Engelbert revela um cenário dinâmico e desafiador no contexto da transformação digital nas organizações brasileiras. A urgência percebida, aliada aos desafios encontrados, aponta para a necessidade de uma abordagem estratégica e integrada na condução desse processo. Engelbert, com sua vasta experiência e visão abrangente, contribui significativamente para o entendimento e aprimoramento das práticas de transformação digital no ambiente empresarial brasileiro.

 

Confira a gravação da apresentação realizada por Ricardo:

 

Para mais informações, contate-o em: ricardo.engelbert@ise.org.br



× Como posso te ajudar?